Pensamento do dia:

"Quem não te procura, não sente sua falta. Quem não sente sua falta, não te ama. O destino determina quem entra na sua vida, mas você decide quem fica nela. A verdade dói só uma vez. A mentira cada vez que você lembra. Então, valorize quem valoriza você e não trate como prioridade quem te trata como opção."

Microconto

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011


É noite...Já bem tarde. As ruas da pequena cidadezinha estão mergulhadas na escuridão. E, numa determinada esquina, uma sombra se esgueira, furtivamente. Olhos inquietos, soturnos, sedentos de algum movimento.

Na outra ponta da rua, surge a menina. Medrosa, olhos arregalados, pupilas dilatadas, apertando contra o peito os livros escolares e assustando-se com as batidas do próprio coração. Ela segue a passos largos e rápidos. A batida do salto do sapato na calçada ecoa como se obedecesse a um ritmo ritual.

O ser sombrio aperta os olhos para enxergar melhor a menina. Não se move. Apenas observa, atenta e fixamente.
A menina se aproxima cada vez mais, inquieta, com a sensação de estar sendo observada...olha em volta várias vezes e nada vê. E segue...
O ser sombrio se prepara para o ataque. Consegue, em segundos, calcular todos os movimentos possíveis da menina...tem a experiência de um velho caçador.

Atrás de uma árvore, ele a espera. E ela se aproxima. A tensão aumenta para ambos, porque ele está preparado para ataca-la e ela , por sua vez, pressente algo de estranho naquela noite, naquele lugar.
Chega o momento. A sombra projeta-se, enorme e assustadora, sobre a menina. Ouve-se um grito lancinante.

Sento-me, rapidamente na cama e acendo a luz do abajur. O quarto está igual ao que sempre foi...meus olhos assustados percorrem cada centímetro, enquanto o coração bate descompassado num misto de pavor, medo, impotência.... Foi um pesadelo. Bebo água, respiro fundo e procuro me acalmar.
Apago novamente a luz e deito. Aos poucos o sono volta.
Por trás da cortina, um par de olhos inquietos, sombrios, observa....

11 comentários:

  1. Recondisom disse...:

    Tu tens um dom muito lindo, o da escrita! Eu admiro as pessoas que saibam brincar com as palavras desse jeito e fazerem elas terem sentido. Parabéns ótimo microconto!

  1. Velvet Poison disse...:

    Delícia de conto! Talento!

  1. Josi disse...:

    Conto linDO!!AMEI<3

  1. Lindo querida!Como vc também é!

  1. decicote disse...:

    Não cansa de surpreeender seus amigos?? Você mostrou sua versatilidade sonia neste conto, além de raro dominio das palavras e emoções. Espero que continue a nos presentar com essas pequenas joias e continua a encantar com seu talento, amizade.

  1. francisquinha disse...:

    Conto maravilhoso amiga! Amei!!
    Parabéns!!!



    Amo vc......Grande beijo no core!!!

  1. Iara disse...:

    Adoro contos assim, que deixam um gostinho de suspense no ar. Muito bom.

  1. Faladinhas disse...:

    Beatiful my girl !I love you forever !

  1. Ajuricaba disse...:

    Comentei no TD e não o fiz aqui. Corrijo.
    Delicioso e profundo suspense. E o pesadelo continua...Agatha?

  1. jdariosjunior disse...:

    Que lindo querida! Um anjinho mesmo. Sweet angel!! Beijos no teu coração!

  1. Bruna disse...:

    Bah mamy'z com essa me caiu os butiá do bolso. Phodastico. Mas é o óbvio ululante que pulula nas mentes humanas, eu tinha que ter puxado alguém. Rá. É nois que tá. Fuiz

Postar um comentário