• Clipping

    Confira as últimas notícias no nosso Clipping!

  • Humor

    Dê boas risadas com a nossa seção de Arte e Charges.

Pensamento do dia:

"Quem não te procura, não sente sua falta. Quem não sente sua falta, não te ama. O destino determina quem entra na sua vida, mas você decide quem fica nela. A verdade dói só uma vez. A mentira cada vez que você lembra. Então, valorize quem valoriza você e não trate como prioridade quem te trata como opção."

Boa tarde, com poesia!!

quinta-feira, 28 de julho de 2011



A chuva cai...
Lava as calçadas
Os sonhos escorrem,
se perdem na enxurrada...
Palavras não ditas
Emoções contidas
Histórias perdidas,
desencontradas,
de... apenas, um dia
de chuva...

Metade

quarta-feira, 27 de julho de 2011



Dia pela metade
Semana pela metade
Vida pela metade...
Um grito silencioso de dor
Ninguém ouve
Ninguém percebe
Apenas o peito
rasga e sangra
num esboço de gesto...
Mãos espalmadas se perdem no ar
As lágrimas
que o vento seca
são transformadas em areia
e ferem os olhos

A dor é inteira
Angústia inteira
Momento intenso
De tantas metades vividas
Rasgadas, largadas, sentidas...
O peito ôco indaga da vida:
Onde está... a outra metade?


Blitzkrieg Petralha

terça-feira, 26 de julho de 2011


Trilhas e Tralhas (é o cacique na trilha da poesia...)


E não é que o cacique tomou gosto pela tal "trova de cordel"?? Pois é, e eu é que ganhei o presente: porque daqui pra frente, quando ele estiver inspirado e a onça quiser beber água nos domínios da poesia, nós vamos ter esses momentos inesquecíveis de duelo entre os dois. E tudo publicado, aqui, no Verbo & Paixão. :) E como ontem, dia 25 de julho, foi o Dia do Escritor, deixemos como uma homenagem, ainda que com algum atraso, rsrsr.. Este aqui tá imperdível espero que dona Onça queira responder... voilà.


Trilhas e Tralhas

Navegando pela rede,
Muita coisa a gente vê.
Que se come e que se bebe,
De estudar e de aprender.
Também tem muita besteira,
Que nem faz gosto se ler.

Sabe-se que tem Coturno, Veneno e Apanágio;
Domínio, Verbo & Paixão;
Gente que cuida do Lácio.
Mas também se encontra nela,
Coisa que ver não é fácil.

Çe iscreve as coisa erradu,
Qui nem "as cartilha" do MEC,
Nego fala tanta bosta,
Que até jumento aburreçe,
Nada contra o Filonéscio,
Este sim, nos engrandece.

Temos que ser seletivos,
Nas coisas que a gente lê;
Pois tem tanta baboseira,
Que até envergonha a você
Nego que bota nas linhas
Sem nem ao menos ele ver

Dar RT nem se fala,
Vai até no automático
É só apertar o pitoco
E lá se foi... Muito prático
Mas ler prá ver se é bom,
Se tem sentido? Hã...Num é fácil...

Um dia desses mandaram
Pro meu e-mail um sinal,
Dizendo d'uma simpatia
Que faz crescer o bilau
Se eu sigo aquela porqueira,
Perco a piroca e tchau

Mas tem muita gente de bem
Formado uma grande família
Que engrandece e agrega
Estimula e incentiva
Fazendo com que a gente ande
Sempre direito na #trilha

Cacique Ajuricaba ou @ajuricabat


Minha poesia

quinta-feira, 21 de julho de 2011



Minha poesia é

Urbana

Palavras concretas

Pesadas

Cinzentas

Enfumaçadas

Embotando a visão


Seu som é o de muitas buzinas

que ensurdecem,

enlouquecem...

Tiram a atenção...

Perturbam a percepção...


Seu caminho é de passos firmes,

sem tempo pra parar,

sem flores pra olhar,

perfumes pra sentir...


Seu momento é agora.

Urgente.

Premente.

Latente...

Lágrima,

que cai,

sobre o fogo...






Cordelzinho despretensioso (pura modéstia!)

quarta-feira, 20 de julho de 2011



Há uns dois dias atrás, criou-se uma divertida polêmica no Twitter sobre poesia e, de certa forma, desafiamos o nosso querido cacique Ajuricaba a escrever alguns versos. Ele, nobre engenheiro, acostumado `a intimidade dos números e fórmulas matemáticas teria de escrever algo com uma certa métrica, ritmo, alguma musicalidade poética...

E, assim, ele que é extremamente responsável e leva a sério até mesmo essas brincadeiras entre amigos, enviou-me ontem o poema, que a @moimemei espera ansiosamente também e que deve já ter deixado todos vocês bem curiosos, rsrs...


Matemática das Letras

Foi Pedido Pr'eu Tentar
Coisa Que Eu Num Sei Fazer.
Misturar No Mesmo Canto
O De Contar e Escrever
Prá Falar de 1 +1,
De Amô e de Saber.
Eu Na Vida Já Corri
Muito Dedo Em Tabuada,
Aprendendo A Fazer Conta
Eita Coisa Mais Danada,
Mas Botar No Mesmo Canto
Foi Que Me Deu a Enrolada
Num Pense Que É Brincadeira
Que Tô fazendo Cu Doce;
Faço Conta de Carreirinha
Leio Inté Bem Pr'os Que Ouve
Mas Português e Continha
Na Mesma Frase; Danou-se
Integral e Somatória
Numa Mesma Expressão;
Já Vi Cheia de Entrelinha,
X e Cruzinha De Montão;
Elevando Ao Quadrado;
Toda Minha Emoção
Agora Tem Uma Coisa
Disso pode Ter Certeza;
De Desafio Eu Num Corro,
Num Sô Frouxo, Nem Dô Moleza
Mato Tudo Que Vem No Peito,
A Vida Deu Essa Brabeza
Prás Meninas Que Pediram
Essa Minha Exibição
Se Deem Por Muito "Feliz"
Já Escrevi de Montão
Se Num Fiz Do Seu Agrado
Vale Mais A Intenção
Chega Qu'eu Já Fiz Foi Muito
Nesse Monte de Vorteio
Na Prosa Inté Que Eu Me Viro
Mas Nos Verso Eu Vareio
Se Essa Coisa Der Prêmio,
Num Ganho Nem no Sorteio

Cacique Ajuricaba




Frase do Dia



Hoje é dia 20 de julho. É um dia duplamente especial pra mim, porque além de ser o Dia do Amigo, o dia 20 anuncia pra mim que o final do inferno astral se aproxima, o que por si só já é uma grande bênção, rs ... mas, brincadeiras à parte (ou não), eu recebi de um amigo do Twitter, o meu "dindo" Sirlei, um e-mail que achei divertido e gostaria de registrar aqui, dividindo com vocês, numa das várias coisas que quero ver se consigo postar sobre a amizade, ao longo desse dia 20 de julho de 2011, que tem pra mim, um gosto especial, nem eu mesma estou entendendo bem o porquê...


FRASE DO DIA
Levantou os braços, mexeu o joelho, virou o pescoço - tudo fez 'crec' ?

Você não está velha(o), está crocante.

Poemeto

terça-feira, 19 de julho de 2011



Palavra afiada.
Poesia cortante.
Emoção pulsante
Sangrando paixão.

Meu homem

segunda-feira, 18 de julho de 2011



Boa tarde, pessoal!
Finalmente, depois de um longo tempo, consigo cumprir a promessa de trazer algo de nova autoria, um sangue novo, vida nova para o blog.
Uma poesia linda, da minha amiga "baiúcha", Arlene Araújo , essa baiana apimentada que mora aqui no sul e já tem muito do nosso jeito também, rsrs...
Ela me mandou pelo Facebook, pedindo a minha opinião e eu me encantei de imediato... tenho certeza de que vocês também vão se encantar...

Meu homem

Ficou pra trás o dia em que a irônia do meu querer te chocou.
Susto, laço, inquietação, pausa para o cigarro.
Sensibilidade: remover o medo, a insegurança e o temor.
Hoje, nessa noite de massa fria, vestimos a cama com nossos corpos nus.
Te quero urgentemente sem pressa, enquanto tu, meu homem, bebe em mim
e me adentra de mala e cuia, expandindo meu horizonte interior.
Suga meus peitos, que tem o número das tuas mãos e boca.
Cola teus lábios aos meus e aquece a minha boca com a tua saliva quente
Me acolhe com o teu olhar de desejo.
Me enlaça com tuas pernas e deixa eu sentir tuas coxas.
Acaricia com tuas mãos suaves, o meu corpo trêmulo e febril.
Me envolve no teu gozo, me deixa atordoada; Sorri pra mim e diz com voz macia: "Oi mainha".

Arlene Lopes de Araújo.
15/07/2011


Os Estatutos do Homem

sexta-feira, 15 de julho de 2011


Essa é a minha homenagem, de coração, aos homens, neste seu Dia Internacional, representados aqui, pra mim, pelo meu sócio querido Denilson Luiz. Espero que todos gostem. :)

Os Estatutos do Homem (Ato Institucional Permanente)

A Carlos Heitor Cony


Artigo I

Fica decretado que agora vale a verdade.
agora vale a vida,
e de mãos dadas,
marcharemos todos pela vida verdadeira.

Artigo II
Fica decretado que todos os dias da semana,
inclusive as terças-feiras mais cinzentas,
têm direito a converter-se em manhãs de domingo.

Artigo III
Fica decretado que, a partir deste instante,
haverá girassóis em todas as janelas,
que os girassóis terão direito
a abrir-se dentro da sombra;
e que as janelas devem permanecer, o dia inteiro,
abertas para o verde onde cresce a esperança.

Artigo IV
Fica decretado que o homem
não precisará nunca mais
duvidar do homem.
Que o homem confiará no homem
como a palmeira confia no vento,
como o vento confia no ar,
como o ar confia no campo azul do céu.

Parágrafo único:
O homem, confiará no homem
como um menino confia em outro menino.

Artigo V
Fica decretado que os homens
estão livres do jugo da mentira.
Nunca mais será preciso usar
a couraça do silêncio
nem a armadura de palavras.
O homem se sentará à mesa
com seu olhar limpo
porque a verdade passará a ser servida
antes da sobremesa.

Artigo VI
Fica estabelecida, durante dez séculos,
a prática sonhada pelo profeta Isaías,
e o lobo e o cordeiro pastarão juntos
e a comida de ambos terá o mesmo gosto de aurora.

Artigo VII
Por decreto irrevogável fica estabelecido
o reinado permanente da justiça e da claridade,
e a alegria será uma bandeira generosa
para sempre desfraldada na alma do povo.

Artigo VIII
Fica decretado que a maior dor
sempre foi e será sempre
não poder dar-se amor a quem se ama
e saber que é a água
que dá à planta o milagre da flor.

Artigo IX
Fica permitido que o pão de cada dia
tenha no homem o sinal de seu suor.
Mas que sobretudo tenha
sempre o quente sabor da ternura.

Artigo X
Fica permitido a qualquer pessoa,
qualquer hora da vida,
uso do traje branco.

Artigo XI
Fica decretado, por definição,
que o homem é um animal que ama
e que por isso é belo,
muito mais belo que a estrela da manhã.

Artigo XII
Decreta-se que nada será obrigado
nem proibido,
tudo será permitido,
inclusive brincar com os rinocerontes
e caminhar pelas tardes
com uma imensa begônia na lapela.

Parágrafo único:
Só uma coisa fica proibida:
amar sem amor.

Artigo XIII
Fica decretado que o dinheiro
não poderá nunca mais comprar
o sol das manhãs vindouras.
Expulso do grande baú do medo,
o dinheiro se transformará em uma espada fraternal
para defender o direito de cantar
e a festa do dia que chegou.

Artigo Final.
Fica proibido o uso da palavra liberdade,
a qual será suprimida dos dicionários
e do pântano enganoso das bocas.
A partir deste instante
a liberdade será algo vivo e transparente
como um fogo ou um rio,
e a sua morada será sempre
o coração do homem.

Thiago de Mello

Santiago do Chile, abril de 1964
Fonte: Jornal de Poesia



Corpore et anima unus...

quinta-feira, 14 de julho de 2011



Lavei minha alma
num riacho encantado.
Saiu leve, renovada,
luzindo cor e esperança.
Mas não voltou inteira...
Uma parte se desprendeu
e ficou dançando sobre as águas,
igual àquelas flores de algodão,
que sopramos ao vento...
Sem rumo, sem planos...
Foi compor a energia
do sonho coletivo,
Que viaja na imensidão e pureza,
Na imparcialidade subentendida
das águas cristalinas...
E gira a roda do Universo...

Vida

terça-feira, 12 de julho de 2011



Espalhava palavras pelo ar
como um louco,
que murmura enquanto anda...
O poeta o seguia
E com um cesto de paciência
colhia suas palavras
e as unia em belos versos,
carregados de luz, perfume e cor...
E ele andava, incansável,
murmurando...
O poeta, então, se aproxima...
E fica a ouvir...
As palavras agora se repetem...
E se transformam no que parece um mantra:
"Nada mais desejo do que o que mereço
e faço jus,
vida que te quero viver"!!

A sugestão da música veio de um presente, um carinho, que recebi no Facebook, da amiga Natália Castro e, como eu acredito que nada é por acaso, o vídeo veio complementar o post. Obrigada, Naty. O post todo é uma homenagem a você.


FRASE DO DIA:

Querer-se livre é, também, querer livres os outros.
(Simone de Beauvoir)

Soltando o verbo (ou, apenas, divagando...)

sábado, 9 de julho de 2011



Há algum tempo eu observo que, quando estamos doentes, precisamos forçosamente limitar as atividades do corpo e, em contrapartida, com essa ociosidade aparente, nosso pensamento começa a voar.

Hoje, um forte resfriado me manteve presa à cama na maior parte do meu dia e, entre um cochilo e outro, provocados pela febre, um turbilhão de idéias se apresentava de forma desordenada, sem uma liderança necessária à organização, rsrsrs...
Pois é, até pensando eu sou toda bagunçada e bagunceira...
Lembrei de um sonho que tive pela manhã em um dos cochilos ( isso é algo que preciso conversar depois com a Andrea Destefani); pensei, realmente, na maior parte do tempo em poesia, criação poética, no quê leva algumas pessoas a transformarem em palavras aquilo que é sentido e faz tomarem uma forma tão bela, com vida e cor, a ponto de podermos, se não vivermos a situação, visualizá-la como num filme... será uma alma diferente? E, se você, agora, pensou: "iiihh, tá se achando, a mona...", está enganado(a), porque eu não me incluo, não. Aquilo que escrevo é um mero ensaio, nada que se possa classificar no rol da poesia. Falo de gente grande, como Pessoa, Neruda, Quintana, Clarice Lispector...
Na década de 80, tive a oportunidade de frequentar, como aluna, o Instituto de Letras e Artes da PUC-RS e tínhamos contato, também, com autores nossos, daqui do sul. Líamos e depois debatíamos, tínhamos palestras, encontros maravilhosos e inesquecíveis... Moacyr Scliar, Lya Luft, Mário Quintana, Armindo Trevisan, Luiz Antônio de Assis Brasil... experiências para encher os olhos, a alma e nunca mais esquecer. Assis Brasil, Trevisan e Quintana são autores de quem guardo com muito carinho os livros autografados. É, ter vivido um pouco mais, ter chegado por aqui um tantinho mais cedo tinha que ter alguma compensação, nénaum? Esse "nénaum" é um carinho pra queridona da Jô Brandalise que me encanta com aquele jeitinho de falar, hehehe.. uma amiga muito especial e carinhosa.
Mas o que mexeu mesmo comigo foi ficar pensando no tanto que tenho lido de gente jovem, faixa etária dos 20/30 anos, com vasto conhecimento da obra de Fernando Pessoa, de seus heterônimos, numa identificação absolutamente fantástica e até, de certa forma, invejável. Não tenho um décimo desse conhecimento. O especialista em análise poética e, principalmente, em Pessoa é o meu sócio Denilson, em pessoa (trocadilho infame), perdoem, estou doente...rs
Observação pertinente feita em tempo: neeeeeem vou tocar no assunto dos poetas ingleses da Regina Brasília, porque a minha erudição está muito aquém disso, rsrsr...
Quero mesmo dizer é que, eu, pessoalmente e no sentido da alma poética mesmo, sinto uma identificação mais forte com os meus contemporâneos, em particular, Mário Quintana e Cecília Meireles. Fiz mil voltas pra dizer apenas isso, mas as pessoas sós, quando ficam afastadas de suas atividades, inventam mesmo coisas pra escrever e histórias para contar. Para me redimir de tomar o tempo de vocês assim, de forma tão impiedosa, deixo um poema da Cecília que eu acho lindo e que carrega muito de mim e do meu momento.

Canção

No desequilíbrio dos mares,
as proas giram sozinhas...
Numa das naves que afundaram
é que certamente tu vinhas.


Eu te esperei todos os séculos
sem desespero e sem desgosto,
e morri de infinitas mortes
guardando sempre o mesmo rosto


Quando as ondas te carregaram
meu olhos, entre águas e areias,
cegaram como os das estátuas,
a tudo quanto existe alheias.


Minhas mãos pararam sobre o ar
e endureceram junto ao vento,
e perderam a cor que tinham
e a lembrança do movimento.


E o sorriso que eu te levava
desprendeu-se e caiu de mim:
e só talvez ele ainda viva
dentro destas águas sem fim.




Luz e Sombra

quinta-feira, 7 de julho de 2011


Sou uma e sou duas

Sou real e sou dual
Sou santa, beata, raio de luz...
Pecadora, profana, mundana...
Aquela que te olha e seduz.
Que te arrasta ao delírio,
que se pune no martírio
de perder-te ao final...
Sofro tua ausência
Choro tua partida
como uma viúva no cais...
Clamo pela louca e desatinada indecência
de desejar-te pra sempre meu.
Volta...?



Vício

quarta-feira, 6 de julho de 2011


Você chega pra mim

na medida do meu desejo...
Se despe do pudor,
se agarra ao meu corpo,
se cola, se farta e me rouba
a energia, a luz, a alegria...

Parte e me deixa ôca...
Olhar embaçado, corpo cansado,
mãos vazias e tristes...
E um coração apaixonado e vadio,
bicho selvagem, em eterno cio,
Que te deseja de qualquer jeito,
que te quer em mim
seja qual for o preço...


Ministro da Saúde indiano diz que homossexualismo é uma "doença"

terça-feira, 5 de julho de 2011




Da EFE
Em Nova Déli
05/07/2011 - 04h55

O ministro da Saúde indiano, Ghulam Nabi Azad, provocou uma grande polêmica no país após assegurar em uma conferência sobre a Aids que o homossexualismo é uma "doença" que atinge cada vez mais pessoas.

"A doença dos homens que praticam sexo com outros homens é antinatural e não é boa para a Índia. Não somos capazes de identificar onde está ocorrendo", disse Azad nesta segunda-feira.

"É fácil encontrar as trabalhadoras do sexo e conscientizá-las sobre o sexo seguro, mas é um desafio encontrar os homossexuais", acrescentou Azad, em declarações publicadas nesta terça-feira pela agência indiana "Ians".

Até 2009, o homossexualismo podia ser punido com até dez anos de prisão. Apesar de não existir mais esta lei, grande parte da sociedade continua alimentando preconceitos e discriminando este coletivo.

"É surpreendente que o ministro da Saúde deste país faça um comentário assim", declarou à "Ians" o ativista Mohnish Malhotra, um dos organizadores do "Dia do Orgulho Gay" na Índia.

Há na Índia cerca de 2,5 milhões de pessoas contaminadas pela Aids.

A conferência na qual Azad deu as polêmicas declarações teve a presença do primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, e da líder do governamental Partido do Congresso, Sonia Gandhi.




Fonte: Notícias Uol

Substituto de Itamar no Senado, Perrella é investigado por negócios em fazenda

Novo parlamentar é presidente do Cruzeiro e tem imóvel avaliado em R$ 60 milhões


O ex-presidente da República Itamar Franco, que morreu no último sábado (2) devido a complicações de uma leucemia, deixou sua cadeira no Senado para Zezé Perrella, que é presidente do Cruzeiro, um dos mais tradicionais clubes de futebol do país.

Perrella, no entanto, que se elegeu como suplente de Itamar pelo PDT de Minas Gerais, é investigado pelo Ministério Público de seu Estado por negócios no ramo agropecuário. Em uma ampla fazenda, ele planta e estoca grãos, cria cabeças de gado e mantém uma fábrica de ração.

A sede da fazenda é luxuosa, tem piscina e até uma pista de pouso para aeronaves. O valor do imóvel é estimado em R$ 60 milhões, o que chamou a atenção das autoridades.

Os promotores querem saber quantas propriedades ele realmente tem na cidade de Morada Nova de Minas e questionam se o valor dos imóveis é compatível com o salário que ele recebeu nos últimos anos nos cargos públicos que ocupou.

Perrella foi deputado federal entre 1999 e 2003. Depois, elegeu-se deputado estadual em Minas, função que desempenhou de 2006 até o ano passado.


Como Perrella terá, agora, sete anos e meio de mandato como senador para cumprir, ele ganhará foro privilegiado. Com isso, todos os processos relacionados a ele terão de ser remetidos ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Assista à reportagem do Jornal da Record:


    Após consumir R$ 10 milhões, palmtops da CET estão há seis anos sem multar

    05/07/2011 - 07h00

    Arthur Guimarães
    Do UOL Notícias
    Em São Paulo


    • Ao preço de R$ 4.000 cada, novo dispositivo da CET pesa quase meio quilo --e não multa

      Ao preço de R$ 4.000 cada, novo dispositivo da CET pesa quase meio quilo --e não multa

    Anunciada oficialmente em 2005, a informatização do trabalho dos agentes de trânsito da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) em São Paulo nunca saiu do papel, literalmente. Apesar da promessa das autoridades paulistanas de que o serviço ganharia agilidade e segurança com a aquisição de palmtops, os marronzinhos continuam, seis anos depois, sendo obrigados a registrar, a caneta, as cerca de 6,9 milhões de infrações de trânsito anuais nos bloquinhos de anotação, segundo dados de 2010.

    Os ganhos da digitalização

    Segundo especialistas e marronzinhos ouvidos pela reportagem, informatizar o sistema de registro de infrações de trânsito traria as seguintes vantagens:
    O processo seria mais confiável, pois o programa não permite que o agente deixe campos sem preenchimento, o que anula a multa posteriormente
    Dificultaria corrupção, pois depois que o agente começa a preencher os campos no dispositivo, não é possível cancelar o processo (apenas com justificativa)
    Estimativas apontam que o preenchimento do auto de infração em uma guia digital é bem mais rápido do que em papel, o que daria agilidade ao marronzinho

    Os problemas na execução da promessa são antigos. O primeiro dispositivo adquirido pelo governo, em julho de 2005, foi alugado por meio de um contrato emergencial, ao preço total de R$ 5,1 milhões.

    Na época, o então prefeito José Serra (PSDB), que citava a necessidade imediata de iniciar o trabalho como justificativa para a dispensa de licitação, dizia que a tecnologia traria “uma fluidez maior do trânsito”.

    A ideia era que o palmtop servisse para três funções: aposentar o sistema de rádio na tarefa de informar à central as ocorrências rotineiras [como um caminhão quebrado], servir como telefone e, também, registrar infrações dos motoristas.

    Após críticas da imprensa e do Ministério Público (MP), que questionavam a ausência de concorrência pública para o investimento e apontavam carências na manutenção do produto, o contrato foi cancelado no final de 2007 –sem que a prefeitura comprasse o software que permitiria a aplicação de multas.

    De lá para cá, foram registradas idas e vindas no projeto de modernização do sistema. Pelo menos três tipos de aparelhos eletrônicos portáteis foram comprados ou alugados pelo órgão. Até celulares comuns já foram oferecidos aos marronzinhos, para serem usados ao lado dos blocos de papel, que nunca foram deixados de lado.

    “Nenhum funcionou. Até hoje, nunca apliquei sequer uma multa por meio digital”, disse um agente da CET, em depoimento confirmado por outros dez colegas entrevistados pelo UOL Notícias e também pelo sindicato da categoria, o Sindiviários.

    Neste ano, uma nova tentativa de informatização do trabalho entrou em execução –e já apresenta problemas. Desde abril, os cerca de 2.400 marronzinhos que atuam em São Paulo (no total, nas várias escalas de plantão) recebem diariamente, toda vez que vão para as ruas, os chamados coletores de dados –são 1.245 unidades no total.

    Os dispositivos são uma evolução tecnológica dos palmtops, similares aos aparelhos usados para a leitura do gás. Eles foram alugados por 48 meses ao preço de R$ 5,8 milhões, após a realização de um pregão presencial.

    O contrato com a fornecedora, a RB Code Ind. de Suprimentos e Equipamentos, foi assinado no dia 26 de abril de 2010. De abril até hoje, no entanto, os aparelhos continuam sendo subutilizados pelos marronzinhos.

    Os chamados Pidion Bip-6000, da marca sul-coreana Bluebird, são alvo de críticas variadas dos agentes de trânsito. A primeira delas é que não teria havido um treinamento formal para o uso do produto –apenas orientações superficiais. Além disso, os homens da CET classificam o dispositivo como um “trambolho”, pois ele é muito maior que um celular: pesa 400 gramas e tem 16 centímetros de altura.

    Em uma tarde da semana passada, de cinco marronzinhos abordados pelo UOL Notíciasem ruas da capital, três assumiram que tinham deixado o coletor de dados no carro. “Isso aqui não serve para nada”, resumiu um agente de trânsito, após ir até seu veículo para mostrar o aparelho.

    Segundo ele, hoje, a única utilidade do dispositivo é a função telefone e a possibilidade de informar à central o local exato em que cada marronzinho está atuando. “Pelo o que entendi, ainda não é para valer. Nem explicaram direito como usar. Hoje, eu mando uma mensagem dizendo onde estou e o que estou fazendo [por meio de códigos] e deixo ele [o coletor de dados] no carro”, afirmou um dos funcionários.

    Como a reportagem apurou, grupos como a Rede Ponto Certo já possuem tecnologia para permitir que os coletores de dados da CET passem a registrar infrações de trânsito.

    Procurado, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) informou que não haveria nenhuma proibição para que palmtops sejam usados no sistema de multas.

    A Polícia Rodoviária Federal, por exemplo, já usa “há mais de dois anos” os aparelhos para o serviço, em todos os Estados, como informou assessoria de imprensa do órgão.

    Outro lado

    Procurada pela reportagem, a CET não quis agendar uma entrevista com algum responsável pelo setor. Em nota oficial, de forma genérica, o órgão afirmou “que, desde abril deste ano, todos os agentes de trânsito utilizam 1.245 equipamentos projetados exclusivamente para o trabalho de campo que, além de funcionarem com sistema de voz, são coletores e transmissores de dados e registram as ocorrências operacionais.”

    A CET disse ainda que “encontra-se em processo de licitação a contratação do sistema de radiocomunicação digital”, sem detalhar o que seria o projeto.

    http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/07/05/apos-consumir-r-10-milhoes-palmtop-da-cet-esta-ha-seis-anos-sem-multar.jhtm


    Disputa entre Skype e operadora deixa usuários 'mudos'

    domingo, 3 de julho de 2011

    02/07/2011 - 10h30

    FOLHA DE SÃO PAULO

     
    CAMILA FUSCO
    DE SÃO PAULO
    Quase dois meses depois do anúncio do rompimento do Skype com a antiga prestadora de serviços no Brasil, a Transit Telecom, parte dos usuários do serviço on-line continua desconectada.
    Segundo a Folha apurou, quase 20 mil usuários do serviço pago do Skype (anteriormente chamado de SkypeIn), que tinham direito a um número fixo para fazer e receber ligações, não conseguem reativar seu contato antigo.
    A infraestrutura prestada até então pela Transit foi encerrada e, segundo o Skype, a operadora se recusa a oferecer a portabilidade à nova parceira, a GT Group.
    Para quem optou por ficar com números antigos, a Transit criou um serviço similar, batizado de CallMe.
    Segundo a Folha apurou, depois de um desgastante processo para rompimento do contrato, a Transit entende que os números são seus e que estavam "emprestados".
    Entre os usuários no meio da disputa entre as empresas, a sensação é de revolta.
    Dono de um número no Skype desde o ano passado, o analista de redes Thiago Brito usava o serviço para trabalhar e permanece inacessível em seu número antigo.
    "Quero continuar com o Skype e entendo que, pelas regras de portabilidade, sou dono do meu número", diz.
    Para Brito, assim como em outros 2.500 casos, a GT Group ofereceu números novos para efetuar chamadas.
    A expectativa é que todos os usuários antigos do Skype tenham um contato novo até o próximo dia 10.
    DIREITO DO CONSUMIDOR
    Segundo a Anatel, as regras da portabilidade já são previstas para celulares e fixos e devem ser replicadas nos casos como Skype.
    Eles devem acompanhar as regras da telefonia fixa porque utilizam sua rede para funcionar (na telefonia pela internet não há distribuição de números, eles são fornecidos pela rede fixa).
    A agência informou que em 18 de maio foi concedida liminar que obriga a Transit a oferecer a portabilidade.
    A Anatel enfatizou ainda que, se forem apuradas irregularidades na conduta da Transit, a empresa estará sujeita a punições.
    Hugo Varela, presidente da GT Group, afirma que só aguarda os dados para avançar com a portabilidade.
    "Não há empecilhos técnicos, podemos absorver e ativar os números antigos", diz.
    O Skype foi comprado mundialmente pela Microsoft em 10 de maio, mas a empresa não comenta a disputa.
    O Procon-SP também entende que há dever da portabilidade dos números e que os usuários (pessoas físicas) que se sentirem lesados podem recorrer ao órgão para reclamar, inclusive créditos de ligação comprados antecipadamente e não resgatados.
    OUTRO LADO
    Apesar de a Anatel afirmar que os serviços de voz pela internet têm direito a portabilidade de números entre operadoras, a Transit Telecom tem outra interpretação.
    Em nota enviada à Folha, a empresa declarou que, com o novo serviço "CallMe, o usuário tem um número virtual para receber, no computador ou em aparelhos IP, ligações de telefones convencionais, não sendo característico desse tipo de plano a portabilidade".
    A Transit afirmou ainda que essa é uma solução temporária, visando unicamente atender os antigos clientes SkypeIn, que continuam a receber chamadas.
    A empresa disse que o "Skype uma vez mais tenta transferir a responsabilidade da comercialização do serviço para a Transit Telecom quando, na verdade, a responsabilidade da operadora dizia respeito apenas ao fornecimento do meio de acesso, ou seja, o recurso de numeração.
    A operadora afirma que quem comercializou e estabeleceu relacionamento de vendas com o usuário final foi o Skype.
    Sobre a parceria, a Transit diz que o contrato foi encerrado no fim do ano passado, tempo suficiente para que o serviço informasse seus usuários.
    "A Skype, apesar de ciente do encerramento, não tomou providências no sentido de proteger seus clientes, deixando-os desassistidos", complementa a empresa.

    Editoria de arte/Folhapress

    Equipe econômica quer criar freio para gastos

    02/07/2011 - 08h53

    DE SÃO PAULO
    Hoje na Folha Depois de perder a discussão sobre a prorrogação do prazo para o pagamento de gastos autorizados para emendas de parlamentares até 2009 e ainda não quitados, a equipe econômica tenta criar uma trava para as despesas previstas no Orçamento da União, informa reportagem de Sheila D'Amorim e Valdo Cruz publicada na edição deste sábado (2) da Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).
    A ideia é evitar que os gastos de custeio, que incluem desde o pagamento de servidores até a compra de material de escritório, cresçam num ritmo maior do que o PIB (Produto Interno Bruto, ou soma de bens e serviços produzidos no país).
    O instrumento, ainda em debate dentro do governo, poderá ser incluído no projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), que fixa as regras para elaboração do Orçamento de 2012. Com isso, os técnicos da área econômica querem reafirmar ao mercado financeiro o compromisso com o controle das contas públicas.
    LDO
    Na última segunda-feira (27), o deputado federal Márcio Reinaldo Moreira (PP-MG) apresentou o relatório do projeto da LDO para 2012. No texto, que ainda será discutido, o deputado incluiu uma proibição para que o Executivo contingencie, no próximo ano, parte das emendas individuais apresentadas por deputados e senadores, como ocorreu neste ano.
    Segundo o texto do deputado, o governo estará obrigado a executar pelo menos 1% da receita corrente líquida, o que equivale a cerca de R$ 6 bilhões.
    O texto da LDO deve ser votado na semana que vem pela Comissão de Orçamento e até o dia 15 de julho no plenário do Congresso.

    editoria de arte/folhapress

    Após decisão de Dilma, ministro afasta cúpula dos Transportes

    02/07/2011 - 17h02

    FOHA DE SÃO PAULO
    DE BRASÍLIA
    O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, divulgou nota em que confirma o afastamento de quatro servidores da cúpula do órgão.
    O afastamento foi determinado pela Dilma Rousseff na manhã deste sábado.
    Dilma manda afastar cúpula do Ministério dos Transportes
    Segundo reportagem da revista "Veja", representantes do PR, partido que comanda os Transportes, funcionários do ministério e de órgãos vinculados à pasta montaram um esquema de superfaturamento de obras e recebimento de propina por empreiteiras.
    Entre os citados estão o próprio chefe de gabinete do ministro, Mauro Barbosa, o assessor do ministério, Luiz Tito, o diretor-geral do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Luiz Antonio Pagot, e o presidente da estatal Valec, José Francisco, o Juquinha.
    Dilma conversou com Nascimento por telefone dando a ordem.
    Na nota, Nascimento diz que "rechaça, com veemência, qualquer ilação ou relato de que tenha autorizado, endossado ou sido conivente com a prática de quaisquer atos político-partidário envolvendo ações e projetos do Ministério dos Transportes".

    Avião da FAB que leva o corpo de Itamar Franco decola em São Paulo

    03/07/2011 - 09h21

    FOLHA DE SÃO PAULO

    DE SÃO PAULO
    O avião da FAB (Força Aérea Brasileira) que leva o corpo do presidente Itamar Franco para Juiz de Fora (272 km de Belo Horizonte) decolou na manhã deste domingo em São Paulo.
    O presidente morreu em decorrência de um acidente vascular cerebral na manhã de ontem. Itamar estava internado desde o dia 21 de maio no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, quando foi diagnosticado com leucemia.
    A previsão é a de que o velório se estenda por todo o dia de hoje na cidade mineira. Na segunda-feira, às 8h, o corpo será enviado para a capital mineira, onde será velado no Palácio da Liberdade. A presidente Dilma Rousseff confirmou presença na cerimônia de Belo Horizonte.
    Leia especial sobre Itamar Franco
    Presidente Itamar Franco morre aos 81 anos em São Paulo
    Dilma decreta luto oficial de sete dias por morte de Itamar
    Velório de Itamar será amanhã em Juiz de Fora
    Veja a repercussão da morte de Itamar Franco
    Veja galeria de imagens de Itamar Franco

    Lula Marques - 11.mai.11/Folhapress
    Senador Itamar Franco no plenário; ex presidente brasileiro morre aos 81 anos em São Paulo
    Senador Itamar Franco no plenário; presidente brasileiro morre aos 81 anos em São Paulo
    Após isso, o corpo será enviado para o crematório Contagem --o procedimento era um desejo do presidente.
    Eleito senador pelo PPS de Minas Gerais no ano passado, Itamar estava licenciado do cargo desde que foi internado, em maio deste ano.
    No dia 27 de junho, porém, boletim médico mostrou que o senador havia contraído uma pneumonia grave e foi transferido para a UTI (Unidade de Tratamento Intensiva) do hospital. A leucemia havia sido detectada após o presidente realizar exames devido a uma forte gripe.
    Itamar, que completou 81 anos no último dia 28 de junho, assumiu a Presidência após a renúncia de Fernando Collor de Mello. Ele também governou o Estado de Minas Gerais entre 1999 e 2003 e foi eleito senador no ano passado, com 5.125.455 votos.
    PERFIL
    O engenheiro Itamar Augusto Cautiero Franco nasceu em 28 de junho de 1930 a bordo de um navio. Ele foi registrado em Salvador (BA). Sua carreira política teve início no MDB (Movimento Democrático Brasileiro), legenda pela qual foi eleito prefeito de Juiz de Fora em duas gestões, entre 1967 e 1971 e entre 1973 e 1974.
    Também representando o MDB, Itamar chegou a Brasília para seu primeiro mandato como senador em 1974. Ele se reelegeu em 1982, já como militante do PMDB.
    Quatro anos depois, Itamar migrou para o PL, após divergências com o diretório mineiro do PMDB. Ele chegou a concorrer ao governo de Minas, mas perdeu a disputa para a antiga legenda.
    Em 1989, durante as primeiras eleições diretas para presidente depois da ditadura militar, Itamar foi eleito vice-presidente do Brasil pelo PRN, na chapa de Fernando Collor de Melo. Collor recebeu 20 milhões de votos no primeiro turno e 35 milhões no segundo turno, contra o petista Luiz Inácio Lula da Silva.
    PRESIDÊNCIA
    Itamar Franco assumiu a Presidência da República em 2 de outubro de 1992, depois da renúncia de Collor e do processo que levou ao seu impeachment. O político nascido na Bahia permaneceu no cargo de comandante em chefe da nação durante dois anos, três meses e 29 dias.
    Seu governo foi marcado por uma coalizão de partidos, cujo objetivo era garantir a governabilidade e a estabilidade democrática após o processo de impeachment que mobilizou a sociedade, além da administração dos crescentes problemas econômicos, como a escalada da inflação.
    Entre os feitos de Itamar como presidente, está a aprovação do IPMF (Imposto Provisório sobre Movimentação Financeira) que, em 1996, passou a se chamar CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira).
    Em 1993, o governo realizou um plebiscito previsto na Constituição de 1988 para escolher a forma e o sistema de governo brasileiros. O resultado confirmou o regime republicano e o sistema presidencialista.
    Ainda durante a gestão de Itamar, em 1993, Fernando Henrique Cardoso foi nomeado ministro da Fazenda, e incumbido com a tarefa de combater a inflação. No mesmo ano, o Brasil adotou o Cruzeiro Real, e foi lançado o Plano de Estabilização Econômica, que preparava o país para a introdução de uma nova moeda.
    Em julho de 1994, o real começou a circular.
    A estabilidade econômica do Plano Real garantiu a FHC a vitória na disputa presidencial daquele ano.
    VIDA PÚBLICA
    Desde que passou a faixa de presidente a FHC, em 1º de janeiro de 1995, Itamar seguiu na vida pública. Ele se tornou embaixador do Brasil em Portugal entre 1995 e 1996 e, depois, representou o país na OEA (Organização dos Estados Americanos) de 1996 a 1998.
    Neste ano, depois de não ter conseguido a indicação do PMDB para disputar a Presidência, Itamar venceu as eleições para o governo de Minas Gerais.
    Ele tentou concorrer nas eleições presidenciais de 2002 e 2006, mas perdeu a indicação do partido novamente para outros candidatos. Em 2009, Itamar anuncia sua filiação ao PPS e, no ano seguinte, disputa as eleições para o Senado.
    O presidente foi eleito senador por Minas com 5.125.455 votos. Seu primeiro suplente é José Perrela de Oliveira Costa.

    Poema de Hugo

    sábado, 2 de julho de 2011




    Dedicado aos democratas venezuelanos como o amigo Fernando Rodrigues (@FRodriguezG) e ao movimento mujeres de negro (@mujeresdenegro)

    ¿Por qué no te callas?
    mente cuando se habla
    Incluso cerca de la muerte
    tratando de cambiar su destino?
    ¿Por qué no te callas?
    decir que tenemos la democracia
    Y nuestra hermosa Venezuela
    el derramamiento de sangre todos los días?
    ¿Por qué no te callas?
    escuchar los gritos de los torturados
    y familias desesperadas
    todo tipo de horrores del pasado
    ¿Por qué no te callas?
    Y en una dictadura extranjera
    dictar el destino del mundo
    dos cadáveres vagabundos
    ¿Por qué no te callas?
    para escuchar el mujeresdenegro
    llamando a la democracia
    De Venezuela, para volver algún día.



    Postado por mim com grande orgulho de dividir este blog com a pessoa de melhor caráter e índole que já conheci. O poema foi escrito num rompante, num ímpeto, pelo meu sócio Denilson, que é um gênio, um tanto tímido e humilde... hehe... mas de incomparável e irrepreensível caráter!

    Tú eres mi locura

    sexta-feira, 1 de julho de 2011



    Eres mi paso mal dado ...
    El deseo que siento, encarnado...
    El voluptuoso que tomo, desarma y domina...
    Es la tormenta que llega,
    me arrastra, golpea y alucina.
    Eres Pasión que arde y explota...
    Mi nitroglicerina.
    fuego, alimentado con gasolina...
    La palabra que desarma
    La mirada que toca...
    y la locura, simplemente sucede...