Pensamento do dia:

"Quem não te procura, não sente sua falta. Quem não sente sua falta, não te ama. O destino determina quem entra na sua vida, mas você decide quem fica nela. A verdade dói só uma vez. A mentira cada vez que você lembra. Então, valorize quem valoriza você e não trate como prioridade quem te trata como opção."

Porto Alegre entra em protesto nacional contra preço dos combustíveis

domingo, 22 de maio de 2011

Manifestantes abasteceram a quantidade equivalente ao valor de R$0,50

A movimentação que começou através de um site — e que se alastrou pelo Facebook e Twitter — mexeu também com os porto-alegrenses. Descontentes com o preço dos combustíveis, algumas dezenas de pessoas se reuniram em protesto neste sábado, por volta das 18h, no Ecoposto (Av. Érico Verissimo com Av. Ipiranga), na Capital, onde abasteceram a quantidade de combustível equivalente ao valor de R$0,50, e pagaram com moedas ou com cartão de crédito.

A ideia, iniciada pelo portal http://namesmamoeda.com.br/e divulgada por comunidades homônimas no Facebook, é tornar o custo do abastecimento mais caro do que o lucro que os postos teriam com a venda do combustível. O técnico em informática, Rodrigo Barcellos, participante do movimento, acredita que a sociedade não pode aceitar os preços sem reagir.

— É preciso boicotar esse preço extremamente alto. Eu, que preciso de carro para trabalhar, gasto cerca de R$ 100 por semana, o que é demais — diz.

A maioria dos manifestantes acredita que o valor do combustível é decorrente de altos impostos.

É um absurdo a gente pagar esse preço sendo que a gente produz combustível. Na Argentina, que é aí ao lado, é muito mais barato. Tudo por causa dos impostos — afirma o técnico de informática William Pereira.

O estudante de Design, Vicente Dornelles, se vê prejudicado com o alto custo que tem.

— Hoje eu pago R$ 300 em gasolina. Se não tivessem tantos impostos, poderia pagar R$ 100.

Segundo os manifestantes, que também promoviam buzinaço, os protestos devem continuar sendo feitos.

http://www.clicrbs.com.br/especial/rs/zhdinheiro/19,0,3319785,Porto-Alegre-entra-em-protesto-nacional-contra-preco-dos-combustiveis.html

Valdir Friolin / Agencia RBS

Manifestantes abasteceram a quantidade de combustível equivalente a R$0,50
Foto: Valdir Friolin / Agencia RBS


    0 comentários:

    Postar um comentário